Lançamento do 1º convite à apresentação de candidaturas "Programa ACP-UE CULTURA - Créer en Afrique centrale”

Para apoiar o setor cultural e criativo de África Central. 

Projeto executado por um consórcio de parceiros africanos e europeus.

 

O programa ACP-UE CULTURA - Créer en Afrique centrale lançou o seu primeiro convite à apresentação de propostas de apoio às industrias culturais e criativas (ICC) na África Central. Com um orçamento de 1.050.000 euros, este convite à apresentação de candidaturas apoiará iniciativas destinadas a reforçar o papel das ICC como intervenientes económicos, sociais e culturais, com o intuito de aumentar os rendimentos económicos do setor criativo, promover a criação de postos de trabalho sustentáveis no setor cultural e melhorar o acesso, o reconhecimento e a promoção dos artistas e do seu trabalho.

O convite à apresentação de propostas está aberto a organizações legalmente registadas num dos seguintes países: Camarões, República Centro-Africana, Congo, República Democrática do Congo, Guiné Equatorial, Gabão, São Tomé e Príncipe e Chade. São incentivadas parcerias com outras entidades da sub-região, outros países ACP e europeus.

Os eixos prioritários deste convite à apresentação de projetos são os seguintes:

  • Eixo 1: projetos destinados a melhorar a criação e a produção de bens e serviços, bem como aumentar o seu número e qualidade.
  • Eixo 2: projetos destinados a apoiar o acesso ao mercado e divulgação de bens e serviços.
  • Eixo 3: projetos destinados a promover a educação visual entre o público, especialmente junto dos jovens.
  • Eixo 4: projetos destinados a favorecer o acesso ao financiamento através de mecanismos inovadores.

O montante indicativo disponível para este convite é de 1.050.000 euros. Os projetos candidatos à subvenção nesta primeira convocatória oscilarão entre os 35.000 e os 105.000 euros e terão uma duração máxima de 24 meses. Em função dos objetivos do projeto, as organizações são convidadas a tomar em consideração a diversidade de necessidades a cobrir em termos de formação, apoio à produção, difusão e acesso à cultura, tendo igualmente em linha de conta critérios de sustentabilidade, estruturação dos setores e viabilidade da dimensão financeira do projeto, tal como os limiares de cofinanciamento indicados no convite. As propostas podem ser redigidas em inglês, francês, espanhol ou português.

As entidades e organizações elegíveis são, a título indicativo, as estruturas que compõem os diferentes sectores das ICC com fins lucrativos (incluindo as PME, as cooperativas, a ESS), as organizações sem fins lucrativos (organizações da sociedade civil no setor cultural e criativo); as instituições culturais e artísticas públicas e privadas; os centros de formação públicos e privados; as câmaras de comércio e de ofícios; as administrações públicas (locais, nacionais, regionais) responsáveis nomeadamente pela cultura, pelo emprego, pela formação profissional, pelo desenvolvimento das empresas e do comércio

O programa ACP-UE CULTURA - Créer en Afrique centrale organizará uma série de atividades de acompanhamento para os beneficiários da subvenção para apoiar a execução dos projetos, contribuir para a criação de capacidades em curso no setor cultural e criativo, tal como junto do público na África Central, e a criação de redes entre os diferentes atores alvo de apoio. Outras atividades de sensibilização e de promoção beneficiarão as partes interessadas no desenvolvimento cultural da sub-região e fora dela.

A prazo de apresentação é 8 de junho de 2021, às 12:00 (GMT). Se desejar mais informação sobre o convite à apresentação de candidaturas e quiser aceder aos documentos a apresentar, carregue aqui.

O programa ACP-UE CULTURA​​​​​​​ - Créer en Afrique centrale é cofinanciado pelo Programa ACP-UE Cultura, uma iniciativa conjunta da União Europeia e da Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico (OEACP), cujo mandato é estimular o potencial do setor cultural e criativo e a sua contribuição para o desenvolvimento socioeconómico dos países ACP.

O projeto é implementado pela Interarts, Culture et Développement; a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC); e o Institut National des Arts de Kinshasa. Os parceiros associados ao projeto são: o Centro Regional de Artes Vivas em África - CERAV/África; Arterial Network e Cidades e Governos Locais Unidos de África (UCLG África).

Share this Post
  • cofinancé
  • OEACP
  • ACPEU
  • European Comission